Para que a Microsoft consiga competir no mercado de tablets, é imprescindível que os equipamentos lançados com seu novo sistema operacional possuam um preço atrativo. Segundo a Lenovo, esse não deve ser um grande motivo de preocupação, já que dispositivos com o Windows RT devem ser vendidos com um preço inicial de US$ 200 a US$ 300 menor do que aqueles que acompanham o Windows 8.

Isso também deve ajudar os produtos na luta contra nomes consagrados do mercado, como o iPad, além de lhes dar vantagem em relação às plataformas baseadas em chips da Intel. A expectativa é que esse tipo de dispositivo chegue ao mercado custando aproximadamente US$ 700, mesmo valor cobrado por alguns ultrabooks da fabricante de processadores.

Vale lembrar que não basta à Microsoft conseguir vender gadgets por preços competitivos para que ela consiga ganhar espaço no mercado. Os tablets produzidos por ela e suas parceiras vão ter que apresentar superioridade em vários quesitos técnicos caso queiram tirar a atenção dos tablets fabricados pela Apple.

Via Tecmundo