Samsung acaba de anunciar um evento para a imprensa marcado para o dia 20 de junho, em Londres, a empresa sul-coreana irá anunciar novos aparelhos da linha  Galaxy e Ativ.

Samsung-Premiere-Ativ-Device-620x609

Será que podemos esperar um variável do Galaxy S4 com Windows Phone 8?Ou aparelhos baseado no Windows 8/RT laptops / ultrabooks high-end?

VIa Wmpu

19 COMENTÁRIOS

    • Isto é efeito do livre mercado, a Samsung é líder mundial em venda de celulares com sistema Android, seguida pela Apple a uma distância consideravelmente confortável, e ela tem diminuído sua participação de mercado. Só que o Windows Phone surgiu como concorrente direto dos produtos que a Samsung mais vendem e mesmo tendo aparelhos com wp a coreana deixou-os de lado e nem fez questão de apresentá-los ferozmente ao mercado. Ou seja, por meio da Nokia a Samsung viu que o wp pode vir a ser tão rentável quanto o Android e aposto que fará um esforço maior para abocanhar uma grande fatia deste mercado. Ansioso pra ver, quem ganha somos nós usuários.

    • Ela está reforçando a linha ATIV, e deve estar apostando que o Windows Blue venha a fazer a diferença no segundo semestre.

      Se ela tivesse desistido da plataforma, nem teria lançado o ATIV S (vide a LG que demonstrou interesse, mas desistiu de lançar algum modelo com WP8) ou já o teria descontinuado.

        • A linha ATIV só existe graças ao Windows. Não teria como substituir o Windows Phone por outro SO.

          Claro, se o Windows Blue não fizer diferença, pode ser que ela venha a mudar de estratégia e focar ainda mais o Android. Agora, só depende da Microsoft fazer as devidas correções e melhorar o seu SO no próximo semestre.

  1. Possuo um Ativ S, satisfeito com ele e por ser entusiasta do wp certamente irei querer trocá-lo ppr outro melhor quando houver. Torcendo para que venha um aparelho espetacular, com processador compatível com os devices mais modernos da Samsung, câmera mais eficiente, tela de 5 sensível como a do S4 e um design inovador (o que tornaria ele uma máquina inigualável). Em minha opinião a Nokia em seus recentes lançamentos não inovou muito em funcionalidades, apenas em design (deixando seus aparelhos mais leves, finos e no caso do 925 mais sóbrio). Mas isso o Ativ S já tinha, porém com tela maior.
    Acredito que o sucesso da Nokia em suas vendas de Windows Phones tenha despertado o interesse da Samsung neste seguimento e a coreana não entra em jogo algum para perder. Pelas últimas declarações de alguns diretores eu chegava até a acreditar que eles abandonariam a marca Ativ e boicotariam o wp. Isso vem para provar que não e indica que a concorrência se acirrará, tornando o SO da Microsoft mais desejável e mais visível.

    • Eu tenho um 920… e acho o display dele incrível.
      Mas vou te contar… já tive a chance de pegar em um Ativ S, e aquele display dele de Super Amoled HD é de babar mesmo. Não dá pra dizer que não é algo de 1ª linha, porque de fato é! 🙂

      • Eu basicamente escolhi ele por design e tela… E cartão expansível, gosto de ter a maior parte de meus arquivos e vídeos acessíveis com dois cliques. Tenho 35gb ocupados ao total e a memória interna bem livre.

        O que acho interessante para nós consumidores é a competição. Espero que seja mesmo um lançamento de um high-end para que eu troque e que a Samsung dê mais suporte. Se não, eu troco pela Nokia.

      • Mas o display do lumia 920 é melhor que o do ATIV S. O IPS é melhor que o AMOLED. A diferença é q o display do ATIV S é maior, apenas.

        • Cara, essa superioridade exacerbada em minha opinião é papo de famboy. A tela de ambos é fantástica e cada uma com suas características. A priori o tamanho surpreende e realça as cores, pois creio que os 4.8 seja mais simétrico para padrão das tiles. Mas acho realmente o 920 um aparelho incrível, se o 925 tivesse sido lançado no lugar do 920, com seu desig e corpo mais finos (16gb expansíveis por cartão) me sentiria tentado entre ele e o Ativ S.

  2. Tomara que dê a devida atenção ao Smart…
    Por que se for fazer igual ao Ativ S, só fazer o smatphone e depois dar as costas pra ele, é o mesmo que não ter feito nada.

    • O que deve se esperar de uma fabricante é que o smartphone tenha qualidade. Que funcione adequadamente, principalmente de acordo com o valor cobrado.

      Não espere que todas as fabricantes venham a fazer o mesmo que a Nokia. Ela está, na verdade, fazendo a mais. A responsável pela plataforma é a Microsoft. Cobre dela por atualizações, recursos e conteúdo.

      • Desculpe mas discordo, a nokia está fazendo o correto, não esqueça que o hardware “base” dos WPs são todos iguais, é como algumas categorias de corridas em que todos os veiculos são iguais, o que determina a vitoria é talento e criatividade e nisso todos sabemos que a samsung não tem a minima chance de competir.
        O que a Nokia está fazendo é agregando valor ao produto, não é a toa que 80% dos WPs são Lumias, ela pode até não conseguir competir contra o poderia tecnologico da samsung (que atua em varias frentes e produz praticamente todo o hardware dos seus aparelhos) mas na parte de software a samsung tem que “comer muito feijão” pra chegar perto, não é a toa tantas acusações de copia, o jeito é se “inspirar” no que os outros fazem de bom.

        • A Samsung compete em criatividade na sua principal linha. Independente dela ser ou não a mais criativa. Ela pode ao menos se gabar de vender mais, lucrar mais, e ao mesmo tempo agradar mais pessoas.

          A Nokia não está errada em criar motivos para que os seu modelo se destaque. Se ela tem tal diferencial, por que não explorar?

          A minha crítica nem foi em relação a isso. Foi em relação a dependência que está sendo gerada dela.

          Hoje, o foco dela está no Windows Phone. Mas e se amanhã ela vier a apostar em outro SO? Praticamente tudo que ela fez até agora poderia ser feito em outras plataformas. Nada criado por ela foi dependente de qualquer que seja o recurso do Windows Phone.

          É ela também que está ditando o ritmo de vendas da plataforma. Que continua baixa. O que é natural, já que é como se houvesse apenas uma fabricante.

          A plataforma em si não está crescendo em atrativos próprios (diga-se recursos ou conteúdo exclusivo de “peso”). Se há uma novidade significativa, quase sempre vêm pela Nokia, ao invés de vir pela Microsoft ou parceiros.

          Pense no quanto a Microsoft tem de reserva para investir. E na Nokia que fechou o primeiro trimestre deste ano no vermelho. Como a Nokia consegue investir tanto, e a Microsoft não?

          Por isso que eu disse que deve-se cobrar mais da responsável pela plataforma. Não é uma Mozilla da vida, nem uma Jolla. Ela tem “poder” para mudar o atual cenário.

          Tem várias fabricantes que não estão interessadas em fazer o “trabalho” da Microsoft, e é por isso que provavelmente estão apostando em outros SOs. Como a Sony e LG que lançarão modelos com o Firefox OS neste ano.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here