nokia-lumia-1020-1373566734989_956x500

As câmeras dos celulares da Nokia sempre foram reconhecidas no mundo da tecnologia como as melhores ou entre as melhores câmeras disponíveis em smartphones. Essa fama é antiga, desde a época em que a finlandesa firmou uma parceria com a ZEISS (antiga Carl Zeiss) para fabricar seus aparelhos com as lentes da empresa. Depois a Nokia ainda incluiu a tecnologia PureView que melhora as fotos mesmo em ambientes noturnos.

Hoje Oliver Schindelbeck, gerente de desenvolvimento de pesquisas e produtos ZEISS disse em entrevista ao blog Nokia Conversations que os módulos de câmera com a tecnologia atual estavam ficando quase tão finos que eles “poderiam ficar sem sacrificar a qualidade da câmera” (o que explica a necessidade de módulos de câmera protuberante em telefones super-finos de hoje). Um bom exemplo disso é o Lumia 1020 que necessita dessa saliência na parte traseira para acomodar a câmera.

Em seguida ele disse: “De maneira geral, o desafio constante está relacionado com o tamanho e o peso do módulo da câmera. Essa é uma das características mais críticas porque afeta diretamente a espessura dos aparelhos”

pure view

Ele continua dizendo:

“Bem, nós gostaríamos de ver módulos de câmera ainda mais finos. Com a tecnologia existente, nós estamos chegando cada vez mais perto de um limite. Se você quiser uma qualidade de imagem razoável com o que temos hoje, eu diria que 5 a 6 milímetros seria o limite”.

“No entanto, existem algumas tecnologias futuras que estão prometendo que poderemos ser capazes de fabricar módulos de câmera significativamente mais fino em algum momento no futuro.”

Agora a Microsoft já está no comando de tudo, mas a “alma da Nokia” prevalece nas câmeras dos atuais e futuros Lumias. É praticamente uma unanimidade os fans das câmeras dos Lumias. Será que um “Lumia 1030” está a caminho?

E você, o que acha da possibilidade da diminuição dos módulos da câmera?