O Windows é o sistema operacional mais usado nos computadores em todo o mundo, e com isso, hoje em dia já virou normal a pirataria do sistema. Podemos encontrar em toda a internet versões bem recentes do Windows de graça, algo que tira o lucro da Microsoft. Mas essa opção cabe ao usuário escolher.

Com a chegada do Windows 10, a Microsoft afirmou que os proprietários de computadores com o Windows 7 e 8.1 licenciados poderão realizar o update de graça por um ano. Porém a companhia quer atingir todos os usuários, e com esse pensamento, Terry Myerson, chefe da divisão de sistemas operacionais, afirmou que a Microsoft irá oferecer uma boa oportunidade aos usuários que utilizam uma versão não-oficial do Windows para poderem também atualizar para a próxima versão.

Windows 10 ultimo

Myerson disse em um comunicado:

“A Microsoft e nossos parceiros OEM sabem que muitos consumidores são vítimas de pirataria, e com o Windows 10, gostaríamos que todos os nossos clientes avançassem  junto com a gente. Enquanto a nossa oferta gratuita de atualizar para o Windows 10 não se aplica ao software do Windows não licenciado, vamos continuar a oferecer aos clientes o Windows 10. Por isso, estamos planejando uma oferta muito atraente para os usuários que não possuem o Windows Oficial. Por favor, fique atento e saiba mais sobre essa oferta em breve “.

Apesar da facilidade de obter um Windows pirata, o sistema corre altos riscos de malware, fraude, e exposição pública de suas informações pessoais, além de um risco maior de desempenho e funcionalidade. Agora devemos aguardar para saber se realmente essa oferta será agradável ao público que pretende migrar para o Windows 10.

Via: WindowsCentral