Apesar do Windows 10 já ter sido instalado em mais de 75 milhões de dispositivos e contar com 92% de aprovação dos usuários, o IDC relata que as previsões para as vendas de computadores no ano que vem não são nada animadoras.

windows-10-mobile

O IDC acredita que as vendas de PCs diminuirão 8,7% este ano e mais 1,1% em 2016; se estes números se concretizarem teremos 5 anos consecutivos de queda na venda de computadores. O IDC afirmou que, embora ainda pensava-se que o segundo trimestre de 2015 fosse uma transição para que os fabricantes começassem a vender aparelhos com Windows 10, isso acabou não ocorrendo de forma sútil; porque as fabricantes já tinham muitas máquinas produzidas e estocadas dos trimestres anteriores, com isso o declínio na fabricação de novas máquinas foi ainda maior.

O IDC ainda acrescentou:

“Tendo em vista as questões econômicas, as atualizações gratuitas para o Windows 10 e uma relativa escassez de novos modelos no mercado, percebemos que um aumento nas vendas em 2016 é improvável. Talvez como mais um sinal na queda das vendas, os dispositivos móveis já não são os únicos culpados pela morte dos computadores; exceto para os smartphones, que ainda têm aumentado consideravelmente a quantidade nas vendas.  Combinando os tablets, smartphones e PCs, só imaginamos um crescimento de 1 dígito entre estre ano e 2019, até lá a maior parte do crescimento das vendas tendem a ser dos tablets.”

Vale ressaltar que estes números são apenas as previsões do IDC, sendo assim eles podem não se concretizar de maneira efetiva. E vocês, o que acham do declínio na venda de computadores?

Fonte: IDC, via: WC.