Depois de construir novos centros de dados no ano passado, a Microsoft acredita que o futuro pode está no fundo do oceano. O novo projeto de codinome Natick, vem testando a implantação de “data centers” centenas de metros no fundo do oceano.

Natick_secondary-e1454339029872

O projeto visa oferecer muitas vantagens para a Microsoft, sendo a maior delas, o resfriamento dos data centers. Os data centers armazenam milhares de servidores que funcionam e geram calor, e com esse sistema, eles trabalharão mais “leves”. Além disso, a gigante de Redmond quer capturar as correntes do oceano com turbinas para alimentar os data centers, com isso, a companhia irá economizar mais dinheiro usando os fenômenos que ocorrerem naturalmente.

Natick_out-of-water-1024x768

Outra vantagem é a redução da latência de dados, colocando os servidores mais perto de áreas urbanas onde os usuários realmente precisam desses serviços, reduzindo assim o tempo necessário para implantar unidades em terra firme. No entanto o projeto ainda está em fase de testes, podendo ou não “decolar” de vez. Mas se realmente vier a se concretizar, com certeza será um sucesso no futuro.