O Windows 10 veio com vários recursos e funções embarcadas, tanto para o usuário comum, quanto para as empresas e instituições. Alguns governos já mudaram seu sistema, e agora é a vez da maior potência mundial, os Estados Unidos. Em comunicado, um coronel do exército afirmou que todos (ou quase) os computadores serão atualizados para a última versão do Windows 10.

10513902_H484220

“O exército está tratando a atualização para o Windows 10 como uma operação militar”, disse um oficial.

Nos próximos meses, grupos de testes vão começar a implantar o sistema operacional nas máquinas, primeiro na Europa, depois para instalações nos Estados Unidos, Sudoeste da Ásia, em seguida, terminando no Pacífico e Coreia no inicio do próximo ano.

No entanto, eles esperam que nem todos os computadores rodarão o Windows 10, sendo assim, algumas mudanças no sistema poderão ser feitas para se “encaixar” melhor nos PCs. Além disso, aplicativos de jogos, por exemplo, serão bloqueados, afinal, segundo o coronel Mark Orwat isso “pode distrair os soldados”.

2009-279222150-2009052959434.jpg_20090529

Esse esforço todo é um requisito obrigatório para o exército implementar um sistema operacional mais estável e seguro para sua rede. E não só isso, nas próximas semanas, mais de 1,1 milhão de peças e equipamentos serão enviados para o exército, além de um site especializado, que ajudará nessa transição.

Adotado como o sistema mais seguro e acessível, o Windows 10 vem sendo bem visto por vários usuários, até mesmo ganhando o “selo de aprovação” dos EUA. Se você ainda não atualizou para o Windows 10, agora terá que comprar uma licença do sistema, já que o prazo de upgrade gratuito já expirou.