Os tablets, do mais simples ao mais completo, tem ganhando espaço nos últimos anos. Embora que, inicialmente, diziam que esses aparelhos seriam um “Pós-PC”, claramente a grande maioria deles é apresentado como um complemento e não substituto. Ao longo dos anos, vários modelos foram apresentados, e três sistemas se destacaram nessa “briga”: Android, iOS e Windows.

tablet-sony-s

Dependendo da sua necessidade e orçamento, você pode optar por diferentes modelos ou sistemas operacionais, e nesse artigo, vamos destacar pontos que você deve levar em consideração antes de comprar um dispositivo como esse.

Por que você quer um tablet?

Essa questão é essência antes da compra. Se o intuito for apenas usar aplicativos de desktop com teclado e mouse, ou a necessidade de ferramentas poderosas, é melhor você pensar em um computador.

Outro fator que devemos avaliar é o tamanho da tela. Se você não se sentir confortável com algo menos do que 13 polegadas, é melhor optar por um notebook. Caso contrário, se você realmente for usar apps, será muito mais confortável um display touch, então, a linha “Surface” pode te atender bem, mas leve em consideração a loja do Windows, que ainda não é tão gigante.

O que vamos usar?

ipad-pro-word-1024x556

O uso de um tablet vai depender bastante do modelo e seu sistema operacional. Por exemplo, se você deseja presentear seu filho mais novo com um tablet, é bem melhor optar pelo Android, já que existe vários modelos no mercado bem baratos.

Agora, se você pretende usar fora de casa ou no trabalho, isso vai ter que entrar de acordo com seu orçamento, mas de cara, descarte aparelhos de entrada. Para um sistema operacional com uma boa segurança, muitos escolhem Windows ou iOS, neles você terá vários aplicativos de produtividade, principalmente no Windows 10.

surface-pro-4-logo_story

Mas se deseja usar programas de desktop, que usamos em nossos computadores, a melhor escolha será um aparelho top de linha que rode o Windows.

Se conteúdo multimídia com alta qualidade for seu foco, qualquer um dos três sistemas operacionais vai atender sua expectativa, no entanto, é aconselhável que você escolha um tablet com no mínimo 10 polegadas de tela, além de uma resolução HD. Se você é um aluno em busca de um tablet para usar na sua universidade e que te dê produção, um “Surface” com Windows 10 vai atender você muito bem.

Qual seu orçamento?

lideranca-1024

Felizmente, no mercado encontramos uma variedade de modelos que se encaixam em diversos orçamentos. Em uma faixa de preço mais acessível, encontramos tablets com Android, com telas de 7 ou 8 polegadas, resoluções razoáveis e armazenamento de 16 e 32GB. Dependendo da marca escolhida, podemos encontrar dispositivos “híbridos”, que roda Windows e Android, deixando a seu critério qual sistema usar.

Entrando nos intermediários com Windows e Android, aparelhos com tela de 10 polegadas que, geralmente, vem equipados com processadores ARM ou Intel Atom, oferecem uma boa navegação. No entanto, no Windows, se você pretende substituir o seu notebook, vai precisar desembolsar uma “grana” á mais, já que os aparelhos no mercado possuem processadores Intel e programas de desktops que encarecem o gadget, embora eles possam resolver praticamente qualquer problema.

Surface 3: Unboxing por AndreHBuss! 3

Entrando na linha “high-end”, o mercado com aparelhos Android tem ficado um pouco atrás nesse segmento, com os iPads da Apple em destaque, seguido dos “Surfaces” da Microsoft.

Sistema operacional, algo que você deve considerar

sistemas-operativos

Bom, agora vai depender de suas necessidades. Cada plataforma tem sua base fiel de seguidores, e quando algum opta por um novo dispositivo, seja ele um tablet ou smartphone, geralmente foca no que já vem utilizando.

  • Windows 10: O sistema da Microsoft é considerado o “rei” em produtividade. Embora sua loja de aplicativos ainda esteja longe do que gostaríamos, a mesma dispõe de vários programas que sempre usamos por anos em qualquer computador com Windows. E graças ao Windows 10 e sua interação, configurações, arquivos e notificações serão sincronizados diretamente do seu PC para seu tablet, além de ser possível usar a Cortana como sua parceira nas tarefas do dia a dia.
  • Android: Se tratando de smartphones, o sistema da Google é lider absoluto e disparado no mercado, mas nos últimos anos tablets com o “robô” tem se “rendido” aos dispositivos com Windows. Mas não podemos negar que a plataforma contém todos os tipos de aplicativos e jogos, por isso é perfeita para entreter-nos em nosso tempo livre. Além disso, se o orçamento estiver baixo, tablets com Android pode atender as suas tarefas diárias, obviamente, dependendo de como você pretende usá-lo.
  • iOS: Presente apenas nos tablets da Apple, desempenho não vai faltar, sendo até mais que aceitável. No entanto, o usuário tem que desembolsar altos valores, na maioria das vezes.

Conclusão

tablets

O mercado de tablets não é tão grande como deveria ser, afinal, os smartphones tem “matado” a maioria desses aparelhos a cada dia, devido a alta demanda de fabricantes levando diferentes opções ao consumidor, além de recursos e funções interessantes.

Alguns chamam os smartphones de “computadores de bolso”, o que, de tempos pra cá, podemos levar em consideração, já que a praticidade e agilidade de alguns modelos é realmente impressionante. No entanto, os tablets ainda são uma opção a considerar na hora de uma nova compra, tendo como principal qualidade suas telas grandes, perfeitas para ver vídeos no Youtube, ler livros on-line, jogar um game, etc.

tegra-note-abre

O mercado está repleto de modelos para você avaliar, infelizmente, a linha “Surface” da Microsoft não chegou de forma oficial no Brasil, sendo necessário importar o produto, mesmo assim, se você tem guardado alguns “trocados” e pensa em comprar um novo tablet, vale a pena pensar bem no que apresentamos nesse artigo, o ponto que mais pode pesar para você é o sistema operacional.

Leitor, qual sistema optaria na compra de um novo tablet? Gostaria que os “Surfaces” da Microsoft fossem vendidos por aqui? Comente abaixo.