Recentemente, a Samsung anunciou ao mundo que estava desistindo e encerrando a produção do seu mais novo “Galaxy Note 7”. A decisão da empresa veio após alguns meses de “perturbações”, sendo obrigada a repor o dinheiro de muitos usuários ou entregar novos aparelhos, no entanto, até hoje, segundo a própria Samsung, a companhia não sabe o real motivo do Note 7 está pegando fogo e explodindo.

galaxy_note_7_explosivo_android_authority

No começo foi feito alguns testes, nem as operadoras, nem os engenheiros da empresa conseguiram ver qualquer problema no dispositivo, e na verdade, o Note 7 ainda é um excelente aparelho high-end com Android, repleto de recursos – desde que você ignore o fato dele poder pegar fogo no seu bolso.

Após relatos iniciais, rapidamente foi apontado que o problema seria a bateria do modelo, e sim, de fato era, sendo assim, alguns engenheiros da Samsung identificaram problemas que levavam a curto-circuito. Sem pensar muito, a companhia sul coreana pediu para os usuários trazerem as suas autorizadas modelos que embarcavam determinado modelo de bateria.

24102230365049A empresa acreditava que problema havia sido solucionado, já que os outros smartphones com baterias de modelos diferentes foram considerados seguros, bom, não foi isso que aconteceu. Até mesmo outros Note 7 “confiáveis” também não eram seguros.

E de acordo com um relatório do New York Times, até agora a Samsung não sabe o que está causando as explosões, nem tampouco conseguiram reproduzir os problemas citados em seus laboratórios. Informações relevaram que os engenheiros não viram qualquer problema na bateria, mesmo realizando inúmeros testes semelhantes as casos relatados pelos clientes durante as explosões.

Carro pegou fogo após o Galaxy Note 7 explodir dentro dele
Carro pegou fogo após o Galaxy Note 7 explodir dentro dele

Sendo assim, se nem a própria Samsung, até agora, sabe o real motivo para esses “caos”, ela fez muito bem em aconselhar que ninguém use mais o Note 7. O pior disso tudo, é, sem dúvidas, a desconfiança que os usuários terão ao adquirir novos smartphones dessa linha, ou até mesmo qualquer aparelho futuro da Samsung.